Dr. Lucas Tadeu Moura

Especialista em Endocrinologia pela Universidade de São Paulo | CRM 125.324
CLÍNICA MÉDICA RQE 36686 | ENDOCRINOLOGIA & METABOLOGIA RQE 36687
Diabetes
Faça o teste do seu
IMC e saiba sua
real situação
SUA SITUAÇÃO

Abaixo de 17 | Muito abaixo do peso
Entre 17 e 18,49 | Abaixo do peso
Entre 18,5 e 24,99 | Peso normal
Entre 25 e 29,99 | Acima do peso
Entre 30 e 34,99 | Obesidade I
Entre 35 e 39,99 | Obesidade II (severa)
Acima de 40 | Obesidade III (mórbida)

Caracteriza-se por ser uma doença crônica altamente prevalente no mundo, causada pela elevação das taxas de glicose no sangue acima dos valores ideais.

Ocorre porque o pâncreas não produz insulina suficiente ou porque a insulina não age bem no organismo, levando a alterações no funcionamento de diferentes órgãos e sistemas, como coração, rins, olhos e vascular, mas que acabam por interferir no corpo todo.
A glicose (açúcar) vem principalmente dos alimentos e das diferentes fontes de energia do nosso corpo (proteínas, gordura e carboidratos) sendo transformados em glicose no fígado principalmente.

Quando comemos algum alimento o pâncreas libera a insulina, para permitir que a glicose consumida sirva como fonte de energia para o organismo, mantendo taxas normais e equilibradas de glicemia no sangue.

A insulina age colocando a glicose para dentro da célula, por isso é fundamental para nossa sobrevivência, pois sem sua ação a glicose permanece em altas taxas no sangue circulante, causando assim o diabetes.
 
O diabetes é classificado de forma geral em tipos 1 e 2, sendo o primeiro característico da criança ou adulto jovem, geralmente indivíduos magros, onde não há produção de insulina pelo pâncreas, necessitando de tratamento com insulina logo no início. 

O segundo e mais comum, acometendo principalmente adultos e idosos, geralmente acompanhados do excesso de peso, é ocasionado pela dificuldade da ação da insulina nos diferentes tecidos e também de sua produção deficiente no pâncreas. O tratamento engloba a atividade física, emagrecimento, comprimidos e até mesmo insulina.
 
Quais os principais sintomas:
Sede
Urina em excesso
Fome em excesso
Cansaço físico
Emagrecimento apesar de boa alimentação 
Alterações da visão
Infecções urinárias e dificuldade na cicatrização de feridas.
Formigamento e dores nas mãos e pés.

Agende uma consulta